Get Adobe Flash player

Produtos em Destaque

R$ 145.00
R$ 123.25
Você Economiza: 15.00%

Assinar as Novidades

Mantenha-se informado(a) assine as novidades!!

Enquete

Na Sua Opinião o portal está:
 
Home Notícias Mundo Primeira votação tem fumaça preta, e conclave ainda não elege novo Papa

Primeira votação tem fumaça preta, e conclave ainda não elege novo Papa

Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 

Votações prosseguem nesta quarta (13) na Capela Sistina, no Vaticano.
Cardeais escolhem o sucessor de Bento XVI no comando da Igreja Católica.


Fumaça preta sai da Capela Sistina na noite desta terça-feira (12) (Foto: Dmitry Lovetsky/AP)Fumaça preta sai da Capela Sistina na noite desta terça-feira (12) (Foto: Dmitry Lovetsky/AP)

Os cardeais reunidos no conclave na Capela Sistina, no Vaticano, não conseguiram escolher o novo Papa na primeira votação realizada nesta terça-feira (12).

A fumaça preta se ergueu da chaminé da Capela Sistina por volta das 19h40 locais (15h40 de Brasília), durante vários minutos, indicando que não houve a maioria de dois terços dos votos necessárias para eleger o novo pontífice.

O público que estava na Praça de São Pedro, sob chuva e frio, e que esperava a fumaça branca e os sinos que indicariam a escolha de um novo Papa, recebeu a fumaça negra, produzida pela queima dos votos dos cardeais, com lamentações.

Com isso, os cardeais seguem confinados na Casa de Santa Marta, e o conclave para eleger o sucessor de Bento XVI prossegue nesta quarta-feira, com duas votações pela manhã, e outras duas à tarde, até que um dos participantes obtenha os 77 votos necessários ou mais.

A eleição do novo Papa ocorre após a surpreendente renúncia do agora Papa Emérito Bento XVI, anunciada em 11 de fevereiro e efetivada em 28 de fevereiro, criando uma situação praticamente inédita para a Igreja moderna, em que dois pontífices, um atuante e outro "aposentado", devem coabitar no Vaticano, a poucos metros um do outro.

O alemão Josef Ratzinger deixou o cargo após oito anos de um pontificado marcado por crises e divisões internas.

O cardeal brasileiro Dom Odilo Pedro Scherer é citado, pela imprensa e por analistas, comoum dos favoritos para ser o novo Papa, ao lado do italiano Angelo Scola, mas a previsão é de uma eleição difícil.

Os cardeais que entraram na Capela Sistina para eleger o novo Papa estão "em muito boa forma", informou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, pouco depois de fecharem as portas da capela.

Busca

Top Empresas

Folheados com os melhores preços

Previsão do Tempo

Quem está online

Nós temos 1966 visitantes online

Recados Recentes

Colunistas

Rodrigo Luis Mingori
Rodrigo Luis Mingori
LUCAS EMIR BALBOENA
LUCAS EMIR BALBOENA