Get Adobe Flash player

Produtos em Destaque

R$ 145.00
R$ 123.25
Você Economiza: 15.00%

Assinar as Novidades

Mantenha-se informado(a) assine as novidades!!

Enquete

Na Sua Opinião o portal está:
 
Home Notícias Estado

Estado

Homem sem identidade abandonado em hospital completa um ano no local

Perito precisa comprovar se ele possui problemas psicológicos.

 

Governo de SP vai ao STF para derrubar nova divisão dos royalties

RJ e ES também entraram com ações para evitar a perda de receitas.
Quatro Ações Diretas de Inconstitucionalidade estão com Cármen Lúcia.

DC – PRF apreende caminhão carregado de cigarros no trevo de Idamar

DC – PRF apreende caminhão carregado de cigarros no trevo de Idamar

Caminhão apreendido foi encaminhado ao patio da RF de Dionísio Cerqueira/Foto: RF de DC

Apreensão do caminhão e apreensão do motorista ocorreu por volta das 7h30 desta terça (12)

Um caminhão carregado com  aproximadamente 40 mil maços de cigarros foi apreendido na manhã desta terça-feira (12) no trevo de Idamar, em Dionísio Cerqueira. A apreensão ocorreu durante a Operação Divisas e foi coordenada pela PRF de Santa Catarina.

O motorista, de 30 anos, morador em Santa Terezinha do Itaipu/PR, foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia Federal de Dionísio. Segundo dados da PRF, o caminhão Mercedez Benz, placas ADS-0983 de Santa Terezinha do Itaipu, foi carregado em Cascavel e seguia sentido Dionísio a São Miguel do Oeste.

alt

(Foto: RF de DC)

Ao ser preso o motorista e proprietário do caminhão afirmou que receberia R$ 2.000,00 pelo transporte.

Ana Braulio/Portal Tri

SMO - Quatro presos no final de semana

alt

Dois foram presos com 11 gramas de maconha

 

Dois homens foram detidos pela Polícia Militar, na noite de sábado (09), depois de serem flagrados com 11 gramas de maconha. Eles estavam próximo aos banheiros da Praça Walnir Bottaro Daniel, onde acontecia o 15º Motocão. Eles foram detidos e conduzidos à Delegacia de Polícia da Comarca (Depco).

Primeiro lote do tablet catarinense sai em 90 dias

 

Primeiro lote do tablet catarinense sai em 90 dias

Fábrica de Caçador vende 10 mil unidades para o governo de Tocantins

Primeiro lote do tablet catarinense sai em 90 dias Divulgação/Braox
Modelo de sete polegadas custa R$ 716Foto: Divulgação / Braox

Um ano depois de anunciar oficialmente o lançamento do tablet catarinense Braox, a fábrica Aiox do Brasil, de Caçador, consolidou a primeira grande venda, de 10 mil unidades do equipamento, para o governo de Tocantins. Apesar de ter iniciado a pré-venda pela internet em outubro do ano passado, somente agora os negócios começam a deslanchar. 

O primeiro lote do modelo de sete polegadas que roda Android 2.3 começa a ser entregue em 90 dias ao preço unitário de R$ 716. Segundo o presidente do Grupo Sul Brasil, holding da Aiox do Brasil, Jovelci Gomes, na área de tecnologia os investimentos são altos e o retorno, demorado. Gomes investiu quase US$ 40 milhões (cerca de R$ 80 milhões) no braço tecnológico do Grupo Sul Brasil e, depois de um ano, ainda não conseguiu recuperar nem parte do investimento.

— Nós já fabricamos cerca de 3 mil tablets, mas demos de presente ou vendemos a preços irrisórios, apenas para divulgar a marca. Nosso foco são as compras governamentais na área educacional. Já estamos negociando, além do governo de Tocantins que vai distribuir para os seus alunos, também com Goiânia e Espírito Santo — diz.

Gomes lamenta que o Estado de Santa Catarina, que sedia a empresa, não tenha se interessado pelo equipamento e prefira usar importados, a exemplo dos iPads distribuídos aos deputados estaduais. Quanto à demora para concretizar as vendas, ele alerta que o Projeto Produtivo Básico (PPB) — programa do governo federal, que garante isenção de PIS, Cofins e IPI e torna o preço do produto competitivo — demorou para sair.

— Conseguimos o PPB há cerca de cinco ou seis meses. Vencemos algumas licitações, mas compras do governo são sempre demoradas. E também tivemos que atualizar a versão do nosso tablet, investimos mais para poder fazer uma configuração melhor para o ano que vem — explica.

Sem interesse em vender para o varejo, que, conforme ele, prefere os produtos "chineses e paraguaios", Gomes revela que a nova configuração do tablet terá tela de 10 polegadas, vai rodar Android 4.0, a versão mais atual do sistema operacional do Google, e virá com 1 gigabyte (GB) de memória RAM, enquanto os de sete polegadas ainda rodam 2.3 e tem 512 megabytes (MB) de RAM.

— Os nossos preços sempre serão competitivos porque temos o PPB (incentivo do governo) diante dos concorrentes importados. Além disso, nossa empresa tem que investir 4% do faturamento em pesquisa e ajudar universidades por conta do PPB, coisa que os importados não fazem — diz.

A fábrica de Caçador tem capacidade para fazer 40 mil tablets por mês, mas ainda não usa um décimo do seu potencial. Por enquanto, está focada na produção dos computadores All in One, que são PCs com menor consumo de energia (10% dos convencionais, segundo Gomes) e que não têm gabinetes nem fios (tudo é concentrado no monitor).

— Já vendemos 15 mil All in One e também muitas carteiras eletrônicas (carteiras escolares com computadores embutidos), que são os produtos que comercializamos mais — explica.

As carteiras foram vendidas para prefeituras de Fraiburgo, Treze Tílias e Campos Novos, além de outros municípios do Estado de São Paulo. Já estão presentes em mais 50 salas de aula, sendo que cada uma utiliza 43 carteiras.



O aparelho

Modelo de sete polegadas 
Roda com Android 2.3
Memória RAM de 512 MB
Preço: R$ 716

Modelo de 10 polegadas
Roda com Android 4.0
Memória RAM de 1 GB
Preço não divulgado

fonte:www.diariocatarinense.com.br

 

Mais Artigos...

Busca

Top Empresas

Folheados com os melhores preços

Previsão do Tempo

Quem está online

Nós temos 81 visitantes online

Recados Recentes

Colunistas

Rodrigo Luis Mingori
Rodrigo Luis Mingori
LUCAS EMIR BALBOENA
LUCAS EMIR BALBOENA